quarta-feira, fevereiro 02, 2011

127 Horas

"Eu consigo fazer tudo sozinho"


Não é tarefa fácil prender a atenção do espectador com apenas "um ator preso num pedra". Mas o filme surpreende por ir além, graças ao roteiro esperto e a magnífica atuação de James Franco.
A edição (ao estilo "Quem quer ser um milionário") funciona, assim como a trilha sonora selecionada a dedo!
Ah! E o filme tem uma das cenas mais aterrorizantes do ano!
Mereceu as indicações ao oscar que obteve!


Nota: 8,0

5 comentários:

@JuniorAd disse...

Eu vi esse filme essa semana e até agora me vem a mente boas cenas que ele teve. Sinal que o filme é bom mesmo

Victor Nassar disse...

Esperando bastante por 127h! Essa semana ou na próxima verei.

samdrade disse...

me conta a parte aterrorizante!? o.O

Wallace Andrioli Guedes disse...

Acho que o grande mérito do filme é também seu maior problema: o olhar pop do Boyle, que ameniza a situação vivida pelo protagonista. Por um lado, esse olhar torna o filme mais ágil, mais palatável e mesmo envolvente. Por outro, perde-se a chance de criar uma experiência verdadeiramente perturbadora. De qualquer forma, a tal cena aterrorizante é mesmo de dar nos nervos.

Gêsa disse...

127 horas era um dos meus prediletos a estatueta de melhor filme, junto com Cisne Negro. Mas já que não deu, tudo bem, mesmo assim o filme é muito bom, em vários aspectos.