terça-feira, janeiro 02, 2007

O Mundo de Jack e Rose

"A humanidade está descendo a escada da evolução. Em mil anos os seres humanos serão do tamanho de um rato e só pensarão uma vez por ano, em dezembro, ou seja, no presente de natal. É o declínio e a podridão para onde a humanidade caminha."



Um estranho, um florista, uma senhora, um ideal, uma balada, uma religião, um corte de cabelo, chocolates, espelhos, drogas...
Vivemos num mudo de escolhas e oportunidades...
Toda uma utopia criada e armazenada em pequenas caixas de madeiras expostas em grupos pateticamente alinhados...
Aceitar, denegrir, contestar, isolar, coibir, fugir...
Tudo que precisamos é de um momento para deliberar...
...
Mas afinal, a quem devemos amar ?


Nota: 8.0

11 comentários:

Davi Gustavo Matias disse...

Ok! Ok! Só mais esse!

Esse é um daqueles filme docemente desconfortáveis e intrigantes!!!

Ambos protagonistas mandaram bem! A estreante (não lembro o nome ) não deixou a peteca cair e contracenou de verdade com Day -Lewis! Bom filme!!!

And it's all, folks!!!

gustavo disse...

Day-Lewis é meu ator preferido !!
sempre competente...

Raimundo Neto disse...

Aiiiiii... agora fico eu com mais essa "neurose": enquanto não assistir não sossego!

Olha isso aqui: www.finaironia.blogspot.com. Que coincidencia. Tenho essa "mania" de ficar procurando blog no google; e achei um "parente" teu!
Rs!

Gilmara disse...

O filme contesta o enquadramento de tudo ao certo/errado e ao menor sinal de vacilo, apodera-se o medo. Gostei da reflexão!

Flapp disse...

Parabéns pelo novo espaço!

Vida longa a este!!!

Quando com tempo, hei de bem aproveitá-lo.

[]ão!!!

Wanderley Teixeira disse...

Day-Lewis é meu ator preferido e esse O Mundo de Jack e Rose é muito bom...A relação do personagem do Daniel e da Camila Belle é perfeitamente construída...Pai e filha em uma relação "estranha".Gostei muito quando assisti.

Michel Simões disse...

Não vi, mas se tem Day-Lewis, sempre tem coisa boa!

Roberto Queiroz disse...

Filmaço! aliás é difícil encontrar algo que eu não goste feito pelo Daniel Day-Lewis. Até A Época da Inocência (e olha que eu não curto esse tipo de produção) me comoveu. Abraços do crítico da caverna.

Blog alternativo:
http://claque-te.blogspot.com

BiaNi LuNa disse...

devemos nos amar ^^

Nika® disse...

Em primeiro lugar a nós mesmo!!

Alex Gonçalves disse...

Eu comprei o DVD recentemente desta produção (devido ter Camilla Belle), mas não tive tempo para assistir. Quando eu conferir, provavelmente devo escrever algo a respeito. Bom saber que uma grande maioria gostou do filme, o que acumula expectativas de uma boa surpresa.