quinta-feira, julho 01, 2010

O Golpista do Ano

"O Amor é uma coisa engraçada"


O filme parece mesmo ter sido dirigido por dois diretores... um bom e outro ruim!
Afinal, só a metade final é digna de alguma nota!
Jim Carrey (péssimo) parece que não leu o roteiro (que não é ruim) e incorpora o 'Ace Ventura' em momentos inoportunos!
Rodrigo Santoro tem uma cena boa (e dispensável)!
Decepção!

Obs: Só não ganha uma nota menor porque Ewan McGregor dá um SHOW! Discreto e eficaz!


Nota: 6,0

8 comentários:

Wanderley Teixeira disse...

Nossa, achei O Golpista do Ano um filme bem interessante, principalmente pelas interpretações do Jim Carrey e do Ewan McGregor, este último fantástico.

Matheus Pannebecker disse...

Realmente, é um filme irregular, mas não achei Jim Carrey péssimo. Agora, concordamos quanto ao desempenho do Ewan McGregor, ele está ótimo!

Thiago Dantas disse...

Ainda não li, mas de todos os comentários a respeito o seu foi mais depreciativo que li... o que de certa forma é ótimo, porque essa unanimidade já tava me assustando. Hahahaha. Bom, agora que já calibrei minhas expectativas, posso ver... depois venho comentar de novo. ;]

samdrade disse...

eu acho q vou ver amanhã.D

Wally disse...

Gostei muito deste aí, e discordo que Jim Carrey esteja péssimo - pelo contrário - e que a cena de Santoro seja dispensável (é importantíssima para a narrativa).

Alex Gonçalves disse...

Gustavo, fico feliz em encontrar alguém com quem eu possa compartilhar a mesma opinião. Achei este "O Golpista do Ano" um filme fraquíssimo, por vezes de mau gosto. Não entendo o motivo de tantos elogios direcionados para a interpretação de Jim Carrey, que está totalmente fora do tom e que jamais demonstra em cena a inteligência que seu personagem (real) exige. Por outro lado, é verdade que o filme se encontra um pouco no encaminhamento para o final.

Fabrício disse...

Ewan McGregor está realmente ótimo no filme, mas infelizmente é uma comédia de sorriso amarelo.

Vinícius P. disse...

Um bom filme que vale mais pela dupla protagonista.